Otimizando conteúdo para Internet

Na internet as pessoas lêem muito pouco (de uma só fonte)… com sorte cerca de 25% das palavras de um texto com em média 500 palavras (baseado em pesquisas).
Todos estão caçando conteúdo RELEVANTE, porque sabem que a grande maioria da informação é blá-blá-blá e não têm tempo pra ler tudo. Elas dão uma “escaneada” na página e dificilmente têm paciência para lê-la na íntegra.

eyetrack

Estudo sobre o rastreamento do olhar (atenção) de internautas - “Eyetrack” padrões F, E e ‘L invertido’

Por isso subdividir o texto é essencial: As pessoas lerão os subtítulos (h2 no HTML) como se fossem tópicos, “bullets” – se algo ali chamar a sua atenção, lerão o tal parágrafo (também superficialmente, se nada as “fisgarem” de fato).
Elas já aprenderam a saltar até “o ponto que as interessa”.

Títulos e subtítulos (headings) que organizem o seu conteúdo

É fundamental trabalhar bem o título (H1 no HTML) da matéria, ele é o ponto de partida do leitor e geralmente é replicado no título do código Html, URL e links – dentro e fora do site. O título deve conter a “palavra-chave mestra” (tema principal da matéria*) – de preferência no início, no primeiro terço, que é o que os usuários mais lêem.
Mas além do título é também muito importante trabalhar os termos cauda-longas** nos subtítulos (h2 , h3 – sub do h2, h4 – sub do h3 e assim por diante), pois além da otimização para os mecanismos de buscas (SEO) – google como o principal – , precisamos otimizar o conteúdo para usuário (facilitando a localização da informação que o interesse).

A partir dessas informações podemos concluir que…
Quanto mais “Gráfico” for o texto, melhor!

Por “texto gráfico” entendam:

  • Um texto que tenha parágrafos de até umas 3 – 4 linhas
  • Até uns 2 ou 3 parágrafos por subdivisão (bloco de “x” subtítulo)
  • Subtítulos com cauda longa – Que fale objetivamente do que trata aquele bloco
  • Negritos e itálicos usados com moderação e sabedoria (cuidado)
  • Imagens que traduzam bem determinado ponto do texto
  • Blocos de relacionados (se o recurso for oferecido pelo CMS) do meio para o fim da matéria (pois é quando estão pensando em “deixar” a página)
  • Tudo isso editado e formatado de uma maneira que “quebre” a monotonia /uniformidade do texto e o deixe mais fluído, organizado e dinâmico
estrutura de conteudo otimizado

Um exemplo de estrutra de conteúdo otimizado

* Há casos em que uma palavra-chave “alternativa” (que não seja exatamente o tema principal) é eleita para que a trabalhemos nos títulos como meio de alcançar uma fatia dos volumes de buscas, mas esta é uma decisão anterior, pautada numa pesquisa de palavras-chave e “mercado de buscas”. Portanto, se você está escrevendo sem ter feito essa pesquisa, o melhor é trabalhar como “palavra-chave mestra” o tema principal da matéria mesmo (específico de preferência, para que não se crie uma competição entre páginas do mesmo site – conhecida por “canibalização de palavras-chave” – este assunto é mais complexo e pode ser explicado posteriormente, em outro post).

**frases de 2 a 4 palavras que contenham o palavra-chave mestra + o termo específico do trecho.

Anúncios
Etiquetado , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: